segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Sobre o Óleo de Coco

      

       São ácidos graxos de cadeia média que ao serem absorvidos, são transportados via sistema porta diretamente do intestino para o fígado onde são transformados em energia, não são depositados nos adipócitos, sendo por isso, incapazes de promover ganho de peso, muito pelo contrário, são termogênicos, ajudando a queimar gordura, contribuem também para o aumento do metabolismo basal, dispensando a presença do acido clorídrico e bile durante sua digestão e absorção, não provoca picos de insulina no sangue durante o metabolismo.
       O Óleo de coco é rico em ácido láurico (47%) que em contato com o pH ácido do estômago, se transforma em monolaurina, poderoso antibiótico, antivirótico e antifúngico natural que não gera resistência nem efeito colateral, também age contra a ação de parasitas intestinais.
        O Óleo de coco também tem poder anti-inflamatório capaz de reduzir o LDL e aumentar o HDL sem alterar os níveis de colesterol, tem efeito antitrombótico e inibe a peroxidação lipídica, agindo como antioxidante devido sua alta concentração de vitamina E e ácido gálico.
        Modo de ingerir: puro, use o extravirgem de preferência, 15 a 30 ml por dia. Usado em frituras é o único óleo que sob ação do calor do fogo, não se transforma em Trans.
        

Follow by Email